sábado, 8 de maio de 2010

A Gravidez dos Homens

Hoje é domingo, dia 9 de maio de 2010 e é um dos dias mais especiais do ano, DIA DAS MÃES!
Conheço e conheci várias mães magníficas, inclusive a minha, claro! D. Graça como é conhecida é a minha mamãe, divertidíssima, corinthiana roxa, trabalhadora, hiper carinhosa e q não poupa esforços para fazer bem a mim e à minha browa, Mariana!
E é claro que eu desejo um domingo maravilhoso para todas as mães do mundo, em especial à d. Graça.
Entretanto, vou postar aqui um texto que encontrei numa revista q achei no assento do último avião que peguei, de Floripa pra cá.
A revista se chama 29HORAS e parece q é distribuída gratuitamente em Congonhas (SP). Texto de Luiz Toledo (yestoledo@gmail.com)...não deixa de ter relação à comemoração deste domingo.
Não vou fazer mais nenhum comentário, apenas dizer q esse texto mexeu demais comigo. Alguns vão entender, outros não, mas não tem problema. Só quero q leiam com calma e curtam cada palavra...sei q é tudo a mais pura verdade.

"A Gravidez dos Homens - Fisiologia de um sentimento        
Eu sempre gostei de mulher. Mas um dia descobri que eu não sabia o que era isso: mulher. Nem isso: gostar.
Aconteceu quando eu fiquei grávido. Engravidei, óbvio, de uma menina.
Imagino que não deva ser surpresa para você: homens também engravidam. A gravidez masculina não só existe, como é necessária. Mulheres nascem mães, homens viram pais. Sem a gravidez eles são apenas dispersores de sementinhas.
Como não poderia dexiar de ser, a gravidez masculina tem muitas e importantes diferenças da feminina.
Para começar, a gravidez do homen é com a criança ao ar livre. Começa no exato momentos em que a criança nasce: ao sair da mãe, ela começa a entrar no pai. E a crescer dentro dele, dia-a-dia.


Nos primeiros meses, o homem perde a noção de tempo, deixa de ter a idade que tem e passa a ter a idade de quando ela, a criança, tiver 18, por exemplo.
O tempo é o tempo dela. A casa, sua casa, também deixa de ser sua. É como se ganhasse uma placa na porta - "sob nova direção".
Naturalmente essas mudanças espaciais e temporais provocam algumas vertigens, leves enjoos, sintomas típicos do início da gravidez. E desesjos estranhos, mas esses os homens sempre têm, grávidos ou não.
Então um dia a criança descobre que o pai existe. E sorri (quem diria, a mulher mais linda do mundo é bangela!). Nessa fase você começa a engordar, inflar é melhor. Mais tarde ela diz "papa"...Você liga para a sua sogra (para sua sogra!):ela falou papai... Na verdade era "papa", "papinha", "comida", mas você só saberá disso anos mais tarde.
Tarde demais.
Quando ela começa a andar, você cai de quatro, relinchando, e ela aprende a montar - dois dentes rindo. E é só você se distrair que sua bolsa (e normalmente o bolso também) estoura: ela descobre a vida, o mundo, as viagens. É hora do parto. Mas essa já é outra história.
Aproveitando: feliz Dia das Mães!"

Parabéns a todas a mães!
Saudades dos meus meninos...

Tá então?
Então tá!
PMN

Nenhum comentário:

Postar um comentário